"SENHOR, não é soberbo o meu coração, nem altivo o meu olhar; não ando à procura de grandes coisas, nem de coisas maravilhosas demais para mim. Pelo contrário, fiz calar e sossegar a minha alma; como a criança desmamada se aquieta nos braços de sua mãe, como essa criança é a minha alma para comigo. Espera, ó Israel, no SENHOR, desde agora e para sempre.(Sl 131)

Visitantes

Posts

quarta-feira, 24 de março de 2010

Jesus é antiético

Certa vez após estudos sobre os erros da doutrina pentecostal, em determinada igreja - com aparência de solidez, mas internamente a apostasia se consumava a cada culto. Um irmão puxou-me de lado, exortando-me para que fosse mais ético. Entendi que ficara ofendido, e mais, havia no irmão certa postura de superioridade. Pedi-lhe desculpas, mas percebi que tal exortação não provinha das Escrituras.



Esta experiência é o retrato da tolerância e soberba apóstata. Em defesa da liberdade evangélica – não entendam como Cristã, rasgam as Escrituras e vilipendiam os exemplos do Senhor. Projetam-se como os verdadeiros representantes do amor.



Tenho lido e visto esta experiência repetir-se diariamente. Em blogs, comentários, textos livres, Tv etc. Percebo quão profundas estão as raízes da apostasia na mente do defensor da falsa liberdade e do humanizado amor evangélico.



“Jesus, porém, respondendo, disse-lhes: Errais, não conhecendo as Escrituras, nem o poder de Deus." (Mt 22:29)



O contexto da passagem envolve os Saduceus – secularizados, mundanos – que tripudiavam da Escritura. Atribuindo-lhe incoerência entre a vida presente e a vida futura.



Tratava-se de uma questão prática, baseando-se em princípios doutrinários. Nosso Senhor sintetizou a questão, estabelecendo que suas perspectivas estavam erradas por operarem no erro, na ignorância.
O desconhecimento doutrinário conduz a pecados práticos, a licenciosidade evangélica.
A ignorância evangélica de nossos dias imputa ao Senhor a característica de mal educado e antiético. O que foi pensamento dos Saduceus transformou-se em doutrina na Apostasia.

Que Deus resgate aqueles que ainda estão em dúvidas.

A Ele honra, glória e louvor.


3 comentários:

  1. Prezado irmão Paulo,
    Eu concordo com o irmão. Infelizmente vivemos dias difíceis, onde se cumpre fielmente, o que nosso Senhor disse que "o amor de muitos se esfriaria".

    Percebemos que este amor, também, se refere à maneira como a Palavra de Deus é recebida nos corações. A maneira como as pessoas recebem as instruções.

    São poucas pessoas, hoje, que ouvem com coração humilde, a palavra de correção, de instrução.

    Infelizmente, dá-se mais valor aos achômetros do que à verdade.

    Um forte abraço,
    Pr. Menga
    http://smenga.blogspot.com

    ResponderExcluir
  2. Olá irmão,

    Gostaria de trocar links ou banners com nosso site?

    Aguardo retorno. Pode responder através de nosso formulário de contato: http://www.internautascristaos.com.br/fale-conosco

    Em Cristo,

    Tiago Vieira
    INTERNAUTAS CRISTÃOS
    www.internautascristaos.com.br

    ResponderExcluir
  3. Olá irmão, respondemos seu email e estamos aguardando uma resposta.

    Deus te abençoe.

    ResponderExcluir

1. Seus comentários e refutações são bem vindos.
2. Por favor, faça-os sempre com base nas Escrituras, caso contrário, são opiniões pessoais, com pouco valor
3. Não modero cometários, seu temor ao Senhor deve sê-lo
As ofensas pessoais podem ser substituídas por refutações, ajudariam a todos que passam por aqui.

Em Cristo.