"SENHOR, não é soberbo o meu coração, nem altivo o meu olhar; não ando à procura de grandes coisas, nem de coisas maravilhosas demais para mim. Pelo contrário, fiz calar e sossegar a minha alma; como a criança desmamada se aquieta nos braços de sua mãe, como essa criança é a minha alma para comigo. Espera, ó Israel, no SENHOR, desde agora e para sempre.(Sl 131)

Visitantes

Posts

terça-feira, 12 de outubro de 2010

Aparecida, fragmentos de uma farsa

In memorian ao irmão Aníbal Pereira Reis.
Manaus, 12 de outubro, 2010

Fui nomeado pároco da novel paróquia de “Nossa Senhora da Glória”, em bairro do Pedregulho. Sua igreja, que, de tão pequena, o povo a cognominara de “igrejinha”, não oferecia condições para, realmente, ser uma matriz paroquial. Decidi, por isso, construir um vasto templo. Constituia-se-me imensa prerrogativa edificar uma obra consagrada à Virgem Maria, e sonhava com um templo majestoso erguido naquele outeiro do Pedregulho a olhar a “Basílica Nacional da Padroeira”, plantada na colina de Aparecida. Lá do alto da torre da minha matriz, fiquei muitas vezes a contemplar a “Basílica da Rainha do Brasil”.
Eu odiava os evangélicos, aos quais chamava de hereges por combaterem “Nossa Senhora”.
Nesse tempo, apareceu lá em Guaratinguetá, um pastor. No seu desejo de esclarecer o povo, contratou, numa das emissoras radiofônicas locais, um horário para um programa evangélico.
Muito católicos se descontentaram de suas explicações.
Um meu colega, o clérigo Oswaldo Bindão, no seu programa de rádio, decidiu responder ao pastor.
Estabelecida a polêmica, a cidade inteira se transformou em estádio para assistir a contenda.
O coitado do padre pediu água em menos de uma semana.
Evidentemente, qualquer jovem das nossas Escolas Bíblicas Dominicais, com a Bíblia na mão, põe qualquer padre a correr.
Nós, os padres em Guaratinguetá estávamos acuados, arrasados, com o fracasso do colega! E a certeza absoluta de que, se qualquer um de nós fosse responder ao pastor, cairíamos no mesmo ridículo.
O Pastor João de Deus Soares prosseguia dando seus esclarecimentos. Nessas alturas, o assunto girava em torno de Maria, de cuja face o pregador tirava toda a caiação ignóbil que à Mãe de Jesus impôs o catolicismo ao longo dos tempos.
Naquela oportunidade, encerrara eu, com retumbante procissão, as festividades da padroeira de minha paróquia. O Pastor Evangélico botou água na fervura do meu entusiasmo, criticando o meu desfile mariano citando Isaías (45:20).
Transtornei-me de cólera.
Noutro dia, o Pastor resolveu apresentar aos seus radioouvintes os pontos coincidentes entre Diana dos efésios e a Aparecida dos brasileiros à luz do relato de Atos dos Apóstolos 19:23-41.
Nós não tínhamos força de argumento. E o jeito foi apelar para os argumentos da força! E se demorássemos perderíamos muitos de nossos fiéis...
A mentira, a calúnia, o achincalhe são os melhores argumentos para os covardes sem argumento.
Incubiram-me de resolver o problema.
Apelei para violência, comandando um batalhão de fanáticos. E, em menos de uma hora, num domingo à noite foi destruído inteiramente, o templo do Pastor João de Deus Soares, lotado de pessoas participantes do culto.
A Senhora Aparecida deve-me também este favor!
No dia imediato, no programa “Marreta na Bigorna” da Rádio Aparecida. O clérigo Galvão, desatou uma gargalhada satânica e parabenizou os católicos de Guaratinguetá pela façanha...
O arcebispo de São Paulo congratulou-se vivamente comigo e, horas após nosso encontro0, declarou por um grande jornal de São Paulo, que lamentava os fatos ocorridos em Guaratinguetá!
O clero católico é a hierarquia dos homens de duas caras!!! Dos refolhados!!!
Estreitíssimas mais ainda se tornaram minhas relações com os padres responsáveis pela basílica de Aparecida, em cujo convento se fabricava, exclusivamente para consumo interno, cerveja mui apreciada entre os reverendos.

[Excerto do livro A Senhora Aparecida, autoria de Dr. Aníbal Pereira Reis, ex-Sacerdote Católico Romano, pg.11-13]

6 comentários:

  1. Paulo, fico feliz quando encontro blogs com esse tema e conteúdo, gostei e já estou fazendo parte. Parabéns pelo blog.

    ResponderExcluir
  2. Irmão Paulo, muito obrigada pela preciosa visita e pela dica, valeu!!

    ResponderExcluir
  3. Irmã,
    é uma honra sua vista;
    visitarei sempre seu blog... "o resgate" do hino me emocionou.

    que o Senhor seja louvado.

    ResponderExcluir
  4. Por mais espiritual, intelectual, informado e sagaz que o crente seja, Satanás é mais. Porem, o Espírito Santo no crente o suplanta... Mesmo sendo menos espiritual, menos intelectual, menos informado e menos sagaz. Se isto não é o maior milagre entre nós; os crentes, qual seria?

    ResponderExcluir
  5. Por mais espiritual, intelectual, informado e sagaz que o crente seja, Satanás é mais. Porem, o Espírito Santo no crente o suplanta... Mesmo sendo menos espiritual, menos intelectual, menos informado e menos sagaz. Se isto não é o maior milagre entre nós; os crentes, qual seria?

    ResponderExcluir
  6. Um qualquer,
    Nada pode ser comparado ao milagre da regeneração, tampouco a habitação do Espírito Santo em criaturas.

    ResponderExcluir

1. Seus comentários e refutações são bem vindos.
2. Por favor, faça-os sempre com base nas Escrituras, caso contrário, são opiniões pessoais, com pouco valor
3. Não modero cometários, seu temor ao Senhor deve sê-lo
As ofensas pessoais podem ser substituídas por refutações, ajudariam a todos que passam por aqui.

Em Cristo.