"SENHOR, não é soberbo o meu coração, nem altivo o meu olhar; não ando à procura de grandes coisas, nem de coisas maravilhosas demais para mim. Pelo contrário, fiz calar e sossegar a minha alma; como a criança desmamada se aquieta nos braços de sua mãe, como essa criança é a minha alma para comigo. Espera, ó Israel, no SENHOR, desde agora e para sempre.(Sl 131)

Visitantes

Posts

sábado, 23 de junho de 2012

Saulo e Silas (o malafaia)


Há personalidades na Escritura que muito nos ajudam a compreender a nós mesmos e ao momento que vivemos.

Há um personagem sobremodo significativo para compreender o mundo “evangélico”: Saulo. 

Homem que colocava seu esforço, suas obras como diferencial e qualificador religiosos. Zeloso segundo suas convicções e de muita sabedoria, afirmava em seu interior sua distinção dentre os demais (Enganava-se, contudo!).
De respeitabilidade inquestionável, a ponto de ser autorizado para representar o sacerdócio judaico em terras distantes (Damasco).

Seus arroubos em defesa de "sua fé" levava-o aos poderosos da época, garantindo-lhe a soberba necessária para sentir-se "superior aos demais".  
Assim, era Saulo, um homem em combate aos seus algozes.

Deus, em sua misericórdia e bondade, revelou-se-Lhe, mudando para sempre suas convicções e valores. 

(Ninguém, com saúde mental, pode atribuir o desfecho do episódio, em qualquer grau, ao desejo de Saulo, senão a absoluta, poderosa e solitária graça do Senhor, em transportá-lo do reino das trevas para o reino de luz de seu FILHO).

Saulo em sua bravata religiosa não conhecia aquele a quem julgava defender, o Senhor. 

Travestidos de obreiros do Senhor, abundam Saulos. 
Os passos de Saulo caminharam em direção a Paulo.

Silas, o malafaia, se apresenta como um verdadeiro Saulo.
Em que direção seguem os passos de Silas, o malafaia?

Nenhum comentário:

Postar um comentário

1. Seus comentários e refutações são bem vindos.
2. Por favor, faça-os sempre com base nas Escrituras, caso contrário, são opiniões pessoais, com pouco valor
3. Não modero cometários, seu temor ao Senhor deve sê-lo
As ofensas pessoais podem ser substituídas por refutações, ajudariam a todos que passam por aqui.

Em Cristo.